Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso websiteAo navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Mel de Queiró da Serra da Malcata
300g | 500g | 1100g

O Mel da urze Queiró (Erica umbellata) caracteriza-se por ser escuro e ter um sabor forte e peculiar. Aroma muito intenso e persistente com notas salgadas e amargas. Um mel adequado a pessoas que preferem produtos menos doces. É produzido pelas colmeias instaladas nos pontos mais altos da Serra da Malcata, onde esta urze predomina.

TEXTO DO FOLHETO

Estamos em 1898 e Jorge de Almeida Lima adquire e explora as suas primeiras colmeias na Quinta do Lameiro, em S. Domingos de Benfica, Lisboa. Em 1974, os seus trinetos iniciam-se na actividade apícola quando decidem recuperar as velhas colmeias.

Primeiro na Quinta do Lameiro e, a partir de 1979, na Serra da Malcata, instalando a sua empresa em Penamacor.

A escolha da Serra da Malcata, uma Reserva Natural com 21.000 hectares, deve-se ao seu isolamento e riqueza em flores silvestres: urzes e rosmaninho, das quais as abelhas extraem méis de grande qualidade. Serramel produz os seus méis e pólen numa zona privilegiada, um espaço onde a natureza ainda se encontra intacta e admirável. É daí que os trazemos até si.

O mel produzido nas zonas altas da Serra da Malcata, onde predominam as urzes, tem uma cor escura e forte paladar - o Mel de Queiró. Nas encostas mais baixas, onde predomina o rosmaninho, o mel tem uma cor clara e um suave paladar - Mel de Rosmaninho. As colmeias da meia encosta, com acesso às urzes e ao rosmaninho, produzem o saboroso Mel de Queiró e Rosmaninho.

O Mel de Carvalho, de cor muito escura e sabor característico, é produzido na zona norte da Serra da Malcata, ao longo das margens do rio Côa, nas matas de carvalho aí abundantes.